Tecnologia 5G vai acelerar muito a transformação mundial

0
228
Tecnologia 5G vai mudar o mundo muito rápido.
A chegada da tecnologia 5G vai gerar condições para o rápido avanço em várias áreas e novidades surgirão em breve.

Informe Publicitário

A tecnologia 5G deixará o mundo em 2031 bem diferente do que é hoje e você precisa acompanhar as mudanças.

Pode se beneficiar do que as novidades têm de melhor e facilitar muito a própria vida.

Quem tentar fugir da tecnologia, ficará num beco sem saída, pior do que aconteceu no início da pandemia.

Descubra como ocorreram as principais mudanças nas últimas décadas e o que está por vir, a partir deste ano.

As mudanças estão ocorrendo em períodos mais curtos

A tecnologia 5G deve iniciar sua operação até o fim do ano e vai acelerar todas as inovações ligadas à informática. Com ela, os planos futuristas se tornarão realidade. Vários aparelhos eletrônicos vão se conectar e, dessa forma, mudar para sempre o jeito como vivemos até agora.

Para entender o impacto que a rede 5G deve promover, é ideal fazer uma viagem ao passado e ver a evolução dessa tecnologia, numa época não tão distante.

Ela começou a ser usada na década de 1980, nos primeiros celulares, por meio do sinal analógico. A rede 1G fazia ligações telefônicas com muita interferência.

O início dos anos 1990 trouxe a tecnologia digital e também o 2G. Ele melhorou a qualidade das chamadas e possibilitou o envio de mensagens de texto (SMS).

No final dessa década surgiu a rede 2,5G. Isso tornou possível conectar à internet sem usar uma linha de telefone (ouça como era o acesso discado), gerando a instalação da banda larga. Foi um grande avanço porque agilizou a velocidade de navegação pelo computador e deu origem aos celulares com acesso à web.

A tecnologia 3G chegou nos anos 2000 e significou um enorme salto por causa gigantesca capacidade de transmissão de dados, como por exemplo, o envio de vídeos em tempo real. A Netflix foi criada em 1997, mas cresceu nesse contexto.

Nessa década, também começaram a ser fabricados os smartphones. Em 2007, foi criado o iPhone. No ano seguinte, o Google lançou o sistema operacional Android. A navegação pelo computador também passou a ser muito mais veloz e consolidou-se o período conhecido como revolução digital.

A rede 4G foi instalada nos anos 2010 e sua velocidade inicial era de 100Mbps. Parece muito, mas é pouco comparado ao que vem por aí com a tecnologia 5G, a partir de 2021.

Tempo de resposta dos equipamentos será determinante

Os computadores terão tempo de resposta bem menor com a tecnologia 5G.
Uma das vantagens da tecnologia 5G é a extrema rapidez com que os computadores respondem aos comandos dados.

Agora, a velocidade da rede 4,5G já está em até 1Gb por segundo e permite assistir a filmes, realizar chamadas de vídeo, fazer pedido de comida ou de um carro para ir aonde precisar, só acessando o celular. Tudo isso e muito mais.

A velocidade da tecnologia 5G chegará a até 20Gb por segundo. Na teoria, é 20 vezes mais rápida que a geração anterior. Nem dá para imaginar todo o avanço que essa mudança trará para a década atual.

O ganho real estará na latência. Preste atenção, pois é daí que virá parte da transformação em vários setores da economia. Latência significa o tempo que o sistema leva para responder ao comando que alguém dá no computador.

Veja como esse quesito tem melhorado com as novas tecnologias.

  • 3G – entre 58 e 34 milissegundos
  • 4G – entre 35 e 42 milissegundos
  • 5G – entre 1 e 2 milissegundos

Esses prazos são insignificantes, não é mesmo? Não fazem a menor diferença para o uso doméstico da informática, porque 1 segundo de atraso no comando, não atrapalha nenhuma experiência de navegação no dia a dia.

Os problemas de tempo são visíveis no mundo dos negócios. Quando é necessário usar um software que está arquivado na nuvem, ou seja, bem longe de onde está o usuário desse programa, lá existem milhões de informações que limitam a velocidade de transmissão. O conjunto de dados é que gera muito atraso.

Esse exemplo, que é a ponta do iceberg, foi dado só para mostrar que o tempo de resposta é muito importante. Descubra, agora, como e quais segmentos serão mais transformados com a chegada do 5G.

Realidade futurista será colocada em prática bem rápido

Com a tecnologiam 5G, os carros autônomos se tornarão realizade mais rápido.
O carro autônomo é apenas mais uma das várias mudanças que a tecnologia 5G vai trazer para fazer parte do dia a dia.

A Uber foi criada em 2009, já com a ideia de enviar carros autônomos a quem precisasse ir para algum lugar. Tal proposta era muito precoce naquela época. Então, a empresa entrou no mercado trabalhando com motoristas e, mesmo assim, revolucionou o segmento de transporte pessoal.

O Google e a Tesla também têm projetos na área de veículos autônomos. Ela deve crescer muito com a chegada da tecnologia 5G, inclusive porque o tempo de resposta dos sinais enviados pelos sensores vai diminuir muito, elevando o nível de segurança. Ainda há outro fator relevante.

A rede 5G vai ter a capacidade de conectar todas as coisas. Sendo assim, os automóveis vão manter contato com tudo o que está ao redor deles, trocando dados em tempo real. Quanto mais modelos autônomos existirem, maior será a transferência de informação e o próprio computador vai definir o fluxo do trânsito.

Parece algo futurista? A TuSimple é uma empresa chinesa que colocou 5 mil caminhões autônomos e elétricos para rodar pelas estradas do país. Eles podem circular por 24h, parando só para abastecer. Neste ano, a companhia também vai atuar nos Estados Unidos. O futuro chegou e precisamos nos adaptar a ele.

Outro setor vai se beneficiar bastante com a nova capacidade da internet.

A área de saúde tem muito a crescer com a rede 5G porque ela vai garantir extrema precisão, por exemplo, quando um médico fizer cirurgias a distância. Durante o procedimento, não pode haver qualquer atraso nos comandos dados por meio de braços robóticos. A presença física do especialista será desnecessária.

Além disso, todo o monitoramento do paciente terá maior segurança, pois os equipamentos estarão ainda mais sofisticados.

A tecnologia 5G vai interligar as ações dos equipamentos

Você já ouviu falar da Internet das Coisas? Trata-se da capacidade de conectar na internet até os itens mais usados no dia a dia e fazer com que eles se comuniquem para facilitar a vida das pessoas. Veja alguns exemplos.

Com os aparelhos conectados, ao tocar o alarme do celular de manhã, a cafeteira já começa a preparar a bebida que vai te deixar mais ligado. Em seguida, a TV passa a exibir seu noticiário preferido e por aí vai.

A geladeira (ou a despensa) envia uma mensagem para seu celular, informando quais produtos estão faltando ou acabando o prazo de validade. Assim, a lista de compras já está pronta. Também tem indicação dos mercados mais próximos.

Após você sair para o trabalho, o aspirador de pó vai começar a limpeza e, quando voltar no final da tarde, o ar-condicionado saberá que está chegando e ligará cinco minutos antes de você entrar em casa. Tudo automático.

Tais avanços serão possíveis porque a tecnologia 5G aumentará muito a capacidade de tráfego simultâneo por quilômetro quadrado. De acordo com especialistas, hoje dá para ter até 2 mil equipamentos conectados nesse diâmetro. A nova banda vai fazer com que o mesmo espaço comporte até 100 mil aparelhos, sem prejudicar o desempenho deles.

No começo do texto, você viu o quanto a tecnologia cresceu a cada década e qual foi o progresso obtido a partir desses avanços. A cada dez anos, a mudança da sociedade foi maior do que a ocorrida no mesmo período anterior.

Sendo assim, tendo em mente o desenvolvimento que está chegando, dá para acreditar que em 2031 o mundo será muito diferente do que é hoje. Nosso desafio consiste em se adaptar à tecnologia. Será a diferença entre aproveitar o melhor que tem a oferecer ou ser devorado por ela.